Categoria : COLÉGIO REGGIO EMILIA

Coronavírus: fique em casa! pela nossa saúde

Ao contrário de uma catástrofe natural, de um terremoto, de um vulcão ou de um furacão, a tragédia que pode resultar desta pandemia é evitável.

E só depende de nós.
De você, de mim, dos nossos filhos, de todos.
Só depende de prescindirmos um pouco do nosso egoísmo pessoal.
Da vontade de ir ao cinema ou à praia.
Do prazer de jantar fora ou passear num shopping.
Do desejo de estar com os amigos ou numa festa.
Evitar a tragédia depende apenas de nós.

O principal risco desta pandemia é a rapidez de contágio, que tem levado outros países – como a China, no início, seguido de Itália e agora Espanha – a terem uma quantidade gigantesca de infectados graves, em simultâneo, a precisarem de vagas nos cuidados intensivos e de aparelhos de ventilação.

É só isso que pode salvar vidas, e é a falta disso que pode levar a uma tragédia global.

Faça sua parte, #fiqueemcasa

Mais Informações

Coronavírus: saiba o que torna o sabão eficiente contra vírus

Uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus indicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é lavar as mãos com água e sabão. O sabão, por ser uma substância que quebra a gordura, consegue destruir o envelope viral – parte externa do vírus composta justamente por gordura, matando esses organismos.

O vírus, quando está na mão de uma pessoa, fica protegido por outros produtos biológicos, como resto de células. Esses produtos biológicos tornam possível que o vírus viva mais tempo fora do corpo.

“Um vírus sozinho, em água, por exemplo, sobrevive muito pouco tempo. Então o sabão age destruindo esses materiais biológicos e expondo o vírus. Quando ele faz isso, o vírus perde essa proteção de material biológico que fica naturalmente nessas gotículas de saliva e ele fica exposto aos raios ultravioleta do sol, por exemplo, e pode ser destruído rapidamente” – Flavio Fonseca, virologista da UFMG

Fonseca diz que o sabão tem uma segunda forma de agir sobre o vírus. “O sabão é emulsificante, ele desmancha a gordura”. O virologista explica que a parte mais externa do coronavírus é uma camada de gordura e o sabão desmancha essa camada e mata o vírus.

“Nessa camada de gordura, que a gente chama de envelope viral, estão inseridas as proteínas que são responsáveis pela ligação do vírus às células. Sem essa camada de gordura, essas proteínas são perdidas e o vírus não consegue entrar nas células” – Flavio Fonseca, virologista e integrante do centro de pesquisa em Vacinas, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG),

Vasco Azevedo, professor titular do departamento de Genética, Ecologia e Evolução da UFMG, afirma que o sabão causa instabilidade e atrapalha a sobrevivência tanto dos vírus como das bactérias. “O álcool 70% tem o mesmo efeito, ele também destabiliza e desidrata tanto as proteínas como os lipídios (gorduras). O álcool é um bom complemento para a higienização”, explica Azevedo.

O Conselho Federal de Química (CFQ) explica que o uso de água e sabão e do álcool gel na higienização das mãos ajudam na prevenção ao contágio de doenças por serem antissépticos – agem inibindo a proliferação de microrganismos na pele. “Sabões e detergentes de um modo geral, graças às suas propriedades químicas, removem a maior parte da flora microbiana na superfície da pele” explicou o CFQ.

“Eles são compostos de moléculas que apresentam em sua estrutura uma parte apolar e outra polar. A parte apolar, lipofílica – (que dissolve gorduras), é quimicamente atraída pelas moléculas apolares dos lipídios (gorduras) constituintes da membrana celular dos microrganismos. Simultaneamente, a parte polar interage com as moléculas de água (que também é polar). Essas interações simultâneas fazem com que os microrganismos sejam envolvidos pelo sabão, retirados da pele e levados embora com a água.” nota do Conselho Federal de Química

Júlio César Borges, professor titular do Instituto de Química de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP), explica explica que alguns vírus tem lipídios (gorduras) que são similares as do sabão, com isso, ao lavar as mãos com água e sabão, as partículas semelhantes se juntam, eliminando o vírus. “Se você desmonta a estrutura, o vírus perde a ação”, diz Borges.

“É importante lavar as mão para evitar qualquer tipo de infecção, é uma questão de assepsia, para evitar doenças de forma geral” – Júlio César Borges – professor titular do Instituto de Química de São Carlos, da Universidade de São Paulo (USP).

Mais Informações

Coronavírus: Como identificar?

O novo coronavírus (Covid-19) tem sintomas semelhantes a outras síndromes como resfriado e gripe. Por causa dessa condição, muitas vezes pacientes podem se confundir em relação à sua condição, o que pode gerar problemas, minimizando um cuidado necessário à prevenção contra a pandemia que assola o mundo e o Brasil.

Para esclarecer as diferenças, o Ministério da Saúde elaborou materiais de divulgação explicando cada uma das síndromes e como os sintomas se manifestam. No caso da febre, por exemplo, a ocorrência dela é comum em casos de Covid-19 e de gripe, mas rara em resfriados.

Os espirros são comuns em resfriados, mas raros tanto em gripes quanto em Covid-19. O nariz entupido aparece frequentemente em resfriados, às vezes em gripes e, raramente, em casos do novo coronavírus. A dor de cabeça é rara em resfriados, comum em gripes e pode surgir em infecções pelo novo coronavírus.

Quando uma pessoa estiver com sintomas correspondentes à Covid-19, é importante seguir as orientações do Ministério da Saúde e procurar um posto de saúde para obter orientação médica quanto às medidas.

Mais Informações

COMUNICADO URGENTE – COVID-19

O Colégio Reggio Emilia seguirá a recomendação do Governo do Estado de São Paulo, que orienta um “fechamento gradual” das escolas ao longo da próxima semana e suspensão de atividades a partir do dia 23 de março.

Dessa forma, as atividades estão mantidas na próxima semana, porém com os seguintes ajustes e indicações:
Estão canceladas todas as provas e atividades especiais.
O Torneio Esportivo será transferido para outra data, posteriormente informaremos.
Não serão computadas faltas.
As famílias que já conseguirem se organizar, deverão seguir a orientação do governo de manter seus filhos afastados.

Como alertado anteriormente, dado o cenário incerto em nosso país, outras medidas poderão ser adotadas a qualquer tempo.

Na segunda-feira, 16 de março, encaminharemos outras orientações e decisões sobre a possibilidade de antecipação das férias de julho, sem prejuízo ao cumprimento dos 200 dias letivos, pois a Secretaria da Educação já decidiu que no momento, aulas à distância, utilizando-se tecnologia disponível, não poderão ser consideradas dia letivo.

Atenciosamente,
Equipe Reggio

Mais Informações

TORNEIO ESPORTIVO 2020

Convidamos para torcerem por nossos times de futsal e vivência esportiva, sábado, 28/03.

Estão abertas as inscrições para o Torneio de Futsal e Vivência Esportiva, elas podem ser feitas até 18/03, basta preencher os campos abaixo e enviar.

A cantina estará funcionando!

É obrigatório o uso do uniforme escolar neste dia e chegar com 20 minutos de antecedência.

Horários:

  • 8 horas: Vivência esportiva da Ed. Infantil e 1º ano
  • 9 horas: Futsal misto do 2º ano
  • 10h: Futsal misto do 3º e 4º ano
  • 11 horas: Futsal MASCULINO do 5º e 6º ano
  • 12 horas: Futsal FEMININO do 5º e 6º ano
  • 14 horas: Futsal FEMININO do 7º ao Ens. Médio
  • 15 horas: Futsal MASCULINO do 7º e 8º ano
  • 16 horas: Futsal MASCULINO do 9º ano ao Ens. Médio

Um abraço,
Equipe Reggio

Mais Informações

Ditado Relâmpago

Os alunos do 1ºAno adoram desafios!

A professora Eliane realizou um ditado diferente, chamado de “ditado relâmpago”.

O objetivo desta atividade é desenvolver atenção e memória. A professora escreve uma palavra na lousa e depois de cinco segundos apaga e em seguida, todos devem fazer o registro.

Antes de iniciar o ditado, a professora fez alguns minutinhos de Mindfulness, uma técnica  que permite regular a atenção e a concentração e  que sem dúvida, contribui para o processo de aprendizagem.

#colegiodealtaperformance #ensinofundamental #ensinomedio#educacaoinfantil #mindfulness #robotica #programacao #melhorcolegio#sistemaetapa #culturamaker #educacao #enem #aquisomosmaisfortes#vestibular #steam #acolhimento

 

Mais Informações

Pai não é professor particular

A criançada está de volta à escola. Foi bom esse tempo sem rotina, sem horário e sem obrigações escolares. Mas, será bom, também, o retorno a uma vida organizada.

Faz bem para os mais novos saber, pelo menos um pouco, como será o dia seguinte. Dá a eles sensação de segurança, estabilidade.

Nos primeiros dias na escola, é uma alegria para as crianças encontrar os colegas que não viram por quase um mês, contar as novidades, voltar a brincar com os amigos no recreio. Mas, logo depois recomeça, para muitos, uma jornada bem árdua.

Não, não me refiro aqui aos deveres escolares e à tarefa de ter de aprender algo que não sabem -situação que nós sabemos ser bem difícil. Muitas crianças sofrem, de fato, com essas questões.

Custa a elas assumir as pequenas responsabilidades que lhes cabem e custa mais ainda aceitar que não sabem e que precisam aprender para saber. E isso requer esforço e concentração.

Nos tempos atuais, as crianças são iludidas pelas imagens e isso faz com que elas pensem que já sabem a respeito de quase tudo. “Eu sei” é a frase curta que repetem várias vezes ao dia, já reparou?

Mesmo com tais dificuldades, as crianças podem superar os seus desafios escolares e colocar em atos o potencial que têm.

Quando falei em jornada árdua, eu me referia ao envolvimento dos pais, tão requisitado atualmente, na vida escolar dos filhos.

A frase “Se os pais acompanham de perto a vida escolar dos filhos, esses se saem melhor na escola” resume o principal argumento que leva adultos a estudar com as crianças, a fazer as lições de casa junto com elas, a providenciar trabalhos, a coletar informações na internet etc.

A afirmação acima é verdadeira, claro. Qualquer pessoa que tenha ajuda em qualquer coisa se sai melhor. O problema é o equívoco que esse pensamento contém.

Na escola, sair-se bem é aprender -e não simplesmente alcançar boas notas. E aprender, caro leitor, é uma tarefa que a criança precisa realizar sem a ajuda dos pais.

Com o estilo de vida que nós adotamos, cada vez mais uma enorme quantidade de pais acredita que precisa acompanhar os estudos do filho e até realiza isso de bom grado. Quer dizer, mais ou menos.

No início, até que a coisa vai bem, mas logo a paciência acaba e a relação entre os pais e o filho fica conturbada. É que os pais cobram esforço, dedicação e lição correta. E não costuma ser isso o que os filhos produzem.

Para muitos desses pais, a tarefa parental se resume a esse acompanhamento da vida escolar e à gestão da vida do filho. A função dos pais é bem maior do que isso: é acompanhar a vida do filho.

A função dos pais é dar ao filho a oportunidade de ele próprio se responsabilizar por sua vida escolar. É estimular no filho a vontade de formular perguntas que envolvem o conhecimento, de dirigi-las aos pais e de ficar interessado nas respostas. É, também, dar ao filho a chance de ele saber que é capaz de enfrentar sua própria batalha sozinho e dar conta dela.

Essas são coisas muito mais importantes para a criança do que ter a mãe ou o pai sempre presente nos trabalhos, nas provas etc.

Neste retorno às aulas, dê chance para que seu filho se aproprie de seus estudos. Isso não significa abandoná-lo. Ele precisa ser lembrado, incentivado, encorajado a assumir suas responsabilidades escolares e a seguir sempre em frente, mesmo com dificuldades e obstáculos.

Mas isso pode ser feito sem que os estudos se tornem mais importantes para os pais do que para ele próprio.

Os pais precisam se lembrar de o que filho já tem professores na escola, que é o local especializado no ensino. Em casa, a criança precisa é de pais, e não de professores particulares ou tutores.

Rosely Sayão
Fonte: Folha de São Paulo

Mais Informações

Aula de artes com massinha de modelar

Nossa turma do 1º Ano aproveitou a aula de artes com a professora Eliane e trabalhou com massinha de modelar as letras e dessa forma aprenderam de uma forma muito mais divertida e prazerosa.

#colegiodealtaperformance #ensinofundamental #ensinomedio#educacaoinfantil #mindfulness #robotica #programacao #melhorcolegio#sistemaetapa #culturamaker #educacao #enem #aquisomosmaisfortes#vestibular #steam #acolhimento #brincar #conviviosocial #autonomia#liderança #alfabetizacao #massinha #aprendercomdiversao

Mais Informações

O que enviar de lanche na lancheira das crianças?

O que enviar de lanche na lancheira é uma preocupação frequente dos pais em relação aos hábitos alimentares de seus filhos. Com o objetivo de auxiliar a todos, a nutricionista Nilceli, ressalta alguns aspectos que consideramos importantes.

Todos sabemos que uma rotina atribulada, pode prejudicar o consumo de alimentos saudáveis. Nesse sentido, adequações na rotina em relação a um planejamento adequado e alinhado a combinações harmoniosas e práticas, podem contribuir de forma positiva na diversidade dos lanches enviados na lancheira dos alunos.

Essas adequações levam em consideração o acondicionamento adequado dos alimentos, bem como seu tempo de exposição ao meio ambiente, local apropriado para armazenamento até o momento do consumo e tipo de alimento que poderá ser enviado para o lanche das crianças.

Em relação a manutenção adequada dos lanches, o ideal é acondicionar os alimentos em recipientes térmicos e herméticos com compartimentos separados e se possível com gelo.

Quanto ao tipo de lanche, prefira alimentos integrais, como pães, bolos, biscoitos e cereais, além de tentar manter uma variedade nas opções proteicas, como queijos, patês caseiros, requeijão, presunto, entre outros. Em relação as bebidas, prefira sempre sucos naturais, podendo variar com bebidas lácteas, como leite, iogurtes entre outros.

Lembrem-se sempre que para transformar a hora do lanche em um momento agradável e saudável, é preciso evitar a monotonia, variando os lanches e seus complementos.

Nilceli R. C. Sugae

Nutricionista

CRN 7566

Mais Informações